37 KPIs de vendas para sua empresa monitorar e crescer

Compartilhe

KPIs de vendas (indicadores-chave de performance) são métricas utilizadas para avaliar o desempenho do setor comercial de uma empresa. 

Em síntese, essas informações são essenciais porque fornecem dados valiosos sobre a eficiência das estratégias de vendas do seu negócio – setor por setor e time a time. 

Além disso, também apontam a performance individual dos seus vendedores e a saúde da sua carteira de clientes. 

Assim sendo, para ajudar você, neste artigo vamos direto ao ponto. 

Afinal, selecionamos 37 KPIs de vendas para você monitorar todos os dias e tomar decisões assertivas, baseada em números, para escalar vendas na sua empresa. 

Fique com a gente para conferir! 

 

Quais são as principais KPIs de vendas? Confira 37 métricas de vendas 

Agora que você já entendeu o que é KPIs de vendas e sua importância, vamos conhecer as principais? 

Selecionamos 37 e separamos elas por áreas para facilitar a leitura e a compreensão. 

Confira: 

 

KPIs gerais de vendas 

São exemplos de KPIs de vendas: 

  • Número de oportunidades abertas. Mede o volume de potenciais vendas em andamento dentro do funil de vendas no CRM; 
  • Número de oportunidades finalizadas. Total de oportunidades concluídas, trazendo as vendas seladas ou perdidas. 
  • Ticket médio. Aponta o valor médio de cada venda feita. A saber, essa é uma das principais métricas de vendas recorrentes; 
  • CAC, Custo de Aquisição de Cliente. KPI de venda que aponta quanto custa para a empresa a conquista de um novo cliente; 
  • Lifetime Value (LTV). Aponta o valor total gerado por um cliente ao longo de sua relação com a empresa. 
  • Taxa de conversão. Indica tanto a porcentagem de leads convertidos em clientes, como, também, o avanço deles etapa a etapa na jornada de compra; 
  • Taxa de churn. Mede a porcentagem de clientes que cancelaram a compra de seus produtos ou serviços em um período específico; 
  • Índice de crescimento das vendas. Mensura a porcentagem de aumento nas vendas em um período determinado. 

 

KPIs de vendas por canal 

Se você diversifica seus canais de vendas, também é crucial mensurar o desempenho em cada um deles. 

Assim sendo, são exemplos de KPIs de vendas por canal: 

  • Quantidade de vendas por canal. Detalhamento do volume de vendas gerado por cada canal de venda (online, loja física, via telefone, rede de afiliados, etc); 
  • Ticket médio por canal. Aponta o valor médio de venda por canal ativo; 
  • CAC por canal. Mensura o custo de aquisição de clientes por canal de venda; 
  • Taxa de conversão por canal: Indica a porcentagem de leads convertidos em clientes por canal de venda, como, também, o avanço deles etapa a etapa na jornada de compra. 

 

KPIs da equipe de vendas 

Fazer a gestão de vendas vai muito além dominar as principais KPIs.  

Nesse sentido, é igualmente relevante analisar a performance da equipe comercial.  

Por isso, considere os seguintes indicadores:  

  • Número de oportunidades por vendedor. Considera o volume de oportunidades atribuídas a cada vendedor; 
  • Número de oportunidades finalizadas por vendedor. Quantidade de oportunidades concluídas por cada vendedor; 
  • Ticket médio por vendedor. Traz o valor médio de venda por vendedor; 
  • Receita gerada por vendedor. Detalha a receita total gerada por cada um deles; 
  • Número de reuniões por vendedor. Quantifica o número de reuniões agendadas e realizadas por cada vendedor; 
  • Propostas enviadas por vendedor. Mensura o número de propostas enviadas para clientes potenciais por cada vendedor; 
  • Ganhos por vendedor. Detalha o valor total de vendas realizadas por cada vendedor. 
  • Satisfação do cliente por vendedor. Analisa o nível de contentamento dos clientes com o atendimento realizado por cada vendedor. 

 

KPIs de marketing 

  • Geração de leads. Mede o número total de leads gerados pelas estratégias de marketing da sua empresa; 
  • Tráfego do site. Quantifica o número de visitantes no site da empresa; 
  • Custo por Lead (CPL). Aponta o valor gasto para gerar um lead; 
  • Retorno sobre o Investimento (ROI). Aponta o retorno financeiro obtido com os investimentos na área de aquisição de clientes; 
  • Retorno sobre Investimento em Anúncios (ROAS). Aponta o retorno financeiro obtido com os investimentos em publicidade; 
  • Taxa de conversão de leads e oportunidades. Mensura a porcentagem de leads convertidos em oportunidades de venda; 
  • Taxa de Cliques (CTR). Mensura a porcentagem de cliques em anúncios ou links; 
  • Custo por Clique (CPC). Indica quanto custa um clique em um anúncio online (Ads); 
  • Alcance e engajamento nas redes sociais. Quantidade de pessoas que visualizam e interagem com o conteúdo da empresa nas redes sociais; 
  • Engajamento do email marketing. Analisa a taxa de abertura e cliques dos emails disparados pelo setor de marketing. 

 

KPIs de pós-venda

A venda feita não significa que o trabalho terminou. Muito pelo contrário. 

É preciso sempre aprimorar o processo de retenção e fidelização de clientes. E algumas KPIs ajudam você nesse sentido, tais como: 

  • Taxa de retenção de clientes. Mensura a quantidade de clientes que continuam na empresa após um período definido; 
  • Vendas adicionais. Quantifica o volume de vendas adicionais realizadas para clientes já existentes, ou seja, dentro da carteira; 
  • Up sell e cross sell. Mede o sucesso na venda de produtos ou serviços adicionais para clientes da carteira; 
  • NPS (Net Promoter Score). Traz a probabilidade dos clientes que recomendariam a empresa para outras pessoas; 
  • Resolução de problemas. Mensura o tempo médio para solucionar problemas dos clientes; 
  • Nível de serviço: Avalia a qualidade do atendimento ao cliente que foi prestado; 
  • Churn rate por segmento de cliente. Analisa a taxa de churn entre diferentes segmentos de clientes (por tipo de negócio, região, microrregião, ticket médio, etc). 

 

BAIXE GRÁTIS: Como a inteligência de mercado pode mudar o futuro de suas vendas? 

 

Como interpretar as principais KPIs de vendas e melhorar resultados? 

Números por si só, sem contexto, interpretação e ação, não significam muita coisa.  

Por isso, você precisa tomar decisões sobre o que fazer depois de analisar as principais KPIs de vendas.  

Em primeiro lugar, comece com a identificação das áreas de melhoria.  

Ao analisar as métricas de vendas, as empresas podem identificar setores onde o desempenho está abaixo do desejado – conforme números do planejamento estratégico do ano.  

Como resultado, isso pode ajudar você a tomar algumas medidas corretivas para melhorar o desempenho de todo o processo. 

Em segundo lugar, para aplicar de fato as correções necessárias, é preciso organizar-se. 

Nesse sentido, use as KPIs de vendas para definir metas realistas para as equipes envolvidas. 

Ao fazer isso, você ajuda a motivar os times e garante que eles estejam trabalhando em direção a objetivos comuns. 

Por fim, é necessário acompanhar o progresso. Ou seja, monitorar os KPIs de vendas ao longo do tempo usando as ferramentas, estratégias e parcerias certas. 

 

Conclusão  

Usar KPIs de vendas de forma eficaz pode ajudar a sua empresa a melhorar o desempenho de processos, estratégias, performance das equipes (comercial e de marketing), aumentar vendas e alcançar seus objetivos de negócios.  

A gestão dos indicadores é um elemento-chave indispensável. E, para ajudar você nessa missão, conte com quem é especialista em inteligência comercial. 

A Prospecta Global Solutions ajuda sua você a escalar vendas e crescer seus negócios, sempre com tomadas de decisões baseada em números, centralizando e qualificando processos.  

Conheça mais sobre nossas soluções para o seu segmento e modelo de negócio.  

Fale ainda hoje com nosso time de especialistas para saber mais.  

Até a próxima! 

Fale conosco

Nome*
E-mail*
Telefone*
WhatsApp (Opcional)
Área*
Mensagem*