O seu negócio vai sobreviver por quanto tempo?

Compartilhe

Segundo uma pesquisa realizada pela Mckinsey, a taxa de crescimento do EBITA das empresas líderes em maturidade digital no Brasil chega ser até 3 vezes maior que a das demais.

Para chegarem no estágio maduro, essas organizações  precisaram investir em transformação digital. Aliás, falando no tema, conforme conta esta matéria, 70% dos líderes empresariais entendem o quão importante ele é para a eficiência das operações.

No entanto, de acordo com o mesmo artigo, apenas 37% deles se consideram aptos a executá-la. Isso pode ser uma má notícia, pois significa que muitas empresas têm dificuldade de embarcar no universo da transformação digital.

Como consequência, muitos negócios correm o risco de perderem espaço no mercado e de até não conseguirem se manter. É sobre isso que queremos conversar com você nas próximas linhas.

Por que transformação digital?

Antes de falarmos das vantagens, vamos dar uns passos para trás para entender o que significa o termo.

Conforme a Harvard Business Review, “a transformação digital significa simplesmente adaptar a estratégia e a estrutura de uma organização para capturar oportunidades possibilitadas pela tecnologia digital”.

Outra forma de descrever o conceito é entender que a transformação digital é a adoção de tecnologias que mudam a maneira como uma empresa opera e entrega valor aos clientes.

Organizações que investem nessa transformação conquistam diversos benefícios, como:

1 – Insights baseados em dados

Um dos ativos mais valiosos que as organizações possuem são os dados coletados por meio das mais diversas fontes.

Graças à transformação digital, esses dados são gerados em tempo real, permitindo:

  • Tomadas de decisão mais rápidas e precisas
  • Agilidade
  • Insights relevantes.

Ao integrar insights tendo como base dados confiáveis, as organizações conseguem, como exemplo, rastrear os dados dos clientes para potencializar as vendas.

2 – Clientes mais satisfeitos

Uma das grandes vantagens da transformação digital é permitir que empresas entendam com mais precisão os hábitos de seus clientes. Assim, podem melhor adaptar estratégias de marketing e vendas para gerar um engajamento que resulte em recompra e fidelização.

Além disso, e voltando aos insights baseados em dados, com as informações provenientes de big data e Analytics, empresas conseguem entender as preferências dos clientes com mais precisão.

Consequentemente, a transformação digital traz também mais consistência à experiência de compra, e torna possível a integração de diferentes canais, como online, físico e e-mail.

3 – Agilidade e inovação

Se tem algo que aprendemos nos últimos anos, é que sem resiliência e sem a capacidade de se adaptar nos tempos de incertezas, é muito difícil para um negócio sobreviver.

É aí que entra a agilidade, que nada mais é do que a capacidade da organização de se desenvolver continuamente e de mudar a rota com rapidez sempre que necessário. Não é à toa que, como aponta o CIO Insight, 68% das empresas classificam a agilidade como uma das 3 principais iniciativas quando se trata de transformação digital.

A agilidade é possível com processos unificados, implementação de melhoria contínua e automação de tarefas. Tudo isso só acontece quando empresas investem em tecnologia.

4 – Maior transparência

Quanto mais transparente é uma organização, mais confiança os clientes têm na marca. A transparência pode ser adquirida com monitoramento de processos, fluxos de trabalho bem desenhados, indicadores em tempo real e boa comunicação.

Com isso, líderes têm as ferramentas necessárias para identificar gargalos e oportunidades, bem como conseguem ter uma visão panorâmica do andamento de processos. Além disso, todos os envolvidos têm total clareza de como cada processo está sendo executado.

Vale destacar que processos bem documentados e fluxo de trabalho transparente aumentam a visibilidade de uma organização.

Como implementar a transformação digital?

A estratégia de implementação de transformação digital varia de empresa para empresa. Apesar disso, existem algumas dicas que podem ser adotadas por qualquer negócio que queira dar o pontapé inicial. Veja a seguir:

Determine o que significa transformação digital para sua empresa

Muitas organizações pensam que a transformação digital deve ser abraçada pela empresa inteira. Claro que esse é o cenário ideal, mas sabemos que existem custos envolvidos e que podem frear certas iniciativas.

Contudo, entenda que ela possui diferentes aspectos, por isso é importante definir as áreas ou os processos que terão maior impacto.

Algumas das áreas a serem consideradas são tecnologia, vendas, operações e marketing.

Avalie suas capacidades

Outra dica é entender onde a empresa está no momento. Isso significa analisar os diferentes componentes do seu negócio, como os processos, o relacionamento com o cliente, a geração de leads, entre outros.

A partir dessa análise fica mais fácil traçar um plano para tornar a organização digital.

Defina as tecnologias necessárias

Sem tecnologia, não existe transformação digital. Dependendo do que foi definido como prioridade, a empresa precisará investir em um determinado software.

Por exemplo, pense no processo de vendas. Se a necessidade da empresa for a de emitir orçamentos, pedidos e faturamento com rapidez e sem erros, ela terá que investir em uma ferramenta online.

Como comentamos, o tipo de investimento depende dos objetivos que se espera atingir com a transformação digital. Ressaltamos que, seja quais forem eles, é importante ter uma estratégia clara desde o início, com responsáveis, metas e prazos.

Caso você esteja pensando em colocar a sua área de vendas na transformação digital, fale com a gente e veja como poderemos ajudar!

Fale conosco

Nome*
E-mail*
Telefone*
WhatsApp (Opcional)
Área*
Mensagem*